23 de jul de 2010

Vizinhos X Reformas

Pelo que tenho pesquisado tudo indica que reforma em apartamento tende a ser mais demorada do que em casa. Explico, de acordo com o código civil, quando se trata do direito da vizinhança e do uso anormal da propriedade algumas limitações são feitas. Além dos municípios que têm leis que só permitem barulho até as 22 horas.

Mas ai é que tá o negócio que eu não sabia, os condomínios têm autonomia para mudar esse horário para mais cedo, isso depende da convenção do prédio. É sempre bom a gente conversar com síndico e tirar a dúvida do horário, assim evitamos futuros aborrecimentos. Mesmo pq criar problemas com os vizinhos não é nada divertido. E outra, nunca sabemos quando vamos precisar da ajudinha de um vizinho.

Vou contar para vocês: Conheço uma pessoa que para mexer no encanamento de esgoto do banheiro ia precisar quebrar o teto do apto de baixo. O vizinho simplesmente não autorizou que fizessem nada no teto dele. Já se criou uma situação chata, né? A pessoa que estava fazendo a reforma tentou realizar a troca de canos pelo piso do próprio apto, mas não deu certo. De tanto os pedreiros baterem para trocar os canos, o teto de gesso do apto de baixo caiu! E não foi só isso, com a queda quebrou também a bacia, pia, box... ou seja, a vizinha não tinha deixado eles fazerem a obra por lá, foram tentar dar um jeitinho e pronto, complicou tudo! O resultado? Reformaram o banheiro do apê de baixo.

Reformar é ter história para contar!

Mudando de assunto:
Me passou uma coisa pela cabeça, contratar uma empreiteira é caro? Alguém conhece alguma boa, honesta e barata para a gente fazer orçamento?

7 comentários:

Roberto Fener disse...

Esse negócio dos horários é real. Aqui eu descobri durante a minha mudança que os horários eram BEM restritos, e como fui um dos primeiros a chegar no prédio, hoje eu "sofro" com as mudanças e reformas dos outros aos sábados, por exemplo. Aqui, pode fazer barulho durante a semana só até às 18, de sábado até às 14 e de domingo e feriado é vetado. Tudo isso está na convenção do condomínio, aprovada em assembleia e aquela coisa toda...

Cléo disse...

Minha nora, é muito difícil passar por uma reforma sem ter alguns probleminhas e aborrecimentos, mas não podemos desanimar. O mais importante é vc se cercar de bons profissionais, seja um pedreiro c/ uma boa equipe ou uma empreiteira. É claro que a gente quer ter td em ordem sem gastar muito, mas devemos ter cuidado, às vezes o barato sai caro. Bjs

Fabi disse...

Putz, contratar uma empreiteira deve ser caro pra caramba... Mas deve evitar umas dores de cabeça e deve ser bom ter alguém que entende das coisas sempre à mão, né?

Beijos,
Fabi (que nunca fez reforma, não entende nada, mas é uma palpiteira sempre à postos)
http://depoisqueeudescobri.wordpress.com

duda lima disse...

Amanda,
conheci um casal de vizinho durante a reforma deles, pois o pedreiro quebrou o chão do apartamento de cima e chegou no meu teto, hehehe... levamos com bom humor e hoje somos amigos!
não vale mesmo arrumar problema com os vizinhos!
abraços

viviane disse...

Amanda,vc já procurou saber os horários de reforma no nosso prédio?
É absurdo, mas ,aos sábados, só podemos furar paredes, quebrar, martelar,etc, até às 14h! Domingos ,nem pensar!
Mas é só mais um detalhe,né?

Regina Passy-Yip disse...

Amanda, reforma é dor de cabea direto, né? Aconselho que procure um arquiteto, afinal ele tem experiência em driblar todos os imprevistos. Acho que o investimento vale toda a dor de cabeça que você não vai ter, e o tempo que vai economizar.
Regina Passy-Yip
www.minireforma.zip.net

Flavio Monaco disse...

Amanda, indico o empreiteiro que colocou uma equipe aqui no nosso apê para fazer as reformas. O trabalho ficou de qualidade e o preço achamos justo. Saiu bem mais barato do que aquele empreiteiro que minha família lá na Mooca costumava chamar (não das reformas antigas, mas das reformas mais atuais). Quer o tel? Esta minha indicação já trabalhou também na casa da Dri e do Walter (pais da Anita), amigos da Milu. Bj, Fla