31 de ago de 2010

Dicas e... cadê a reforma?

Semana passada encontrei minha amiga Paty Furchinetti em um salão de beleza. Logo reparei que o local tinha cara de "reforma recém concluída", de cara lembrei do blog, sabia q ia encontrar algo bacana para dividir por aqui.

Na sala de dia da noiva, onde tem banheira e tudo mais, eles instalaram uma daquelas lâmpadas que muda de cor, tipo essa aqui oh:


É bem bacana para quem quer criar um clima diferente.

Outra coisa que eu achei legal é o armário perto do lavatório, ele tem um vão na parte de baixo para facilitar p o profissional pegar as toalhas para enxugar o cabelo da cliente. A foto não tá muito boa pq tirei com o cel, mas dá p ter noção, né?

Acho que o principal é o conceito... em cima disso podemos pensar em coisas diferentes para nossas casas...


OOOuuutrrrrooo assunto:

Afinal, e a Reforma do Apê, cadê?

Pois é, os projetos estão evoluindo a cada dia... conversas constantes com o nosso arquiteto, Ricardo Petrenko. Agora estamos falando com ele sobre o encanamento de esgoto do banheiro da vó (nosso novo desafio!). Tá até surgindo uma mini rampa por ai... mas depois eu conto!

Mas na verdade a reforma não começou ainda por um motivo simples: Você não ajudou ainda a gente a divulgar esse link aqui:

http://www.litoralpaulistaimoveis.com.br/index.php?page=4&Codigo=00305

Divulgue para ajudar um triste casal desesperado por uma reforma a ser feliz. A gente podia estar roubando, se envolvendo com drogas, jogando bolinhas no farol, mas estamos apenas pedindo que você coloque o link no seu twitter, mande por e-mail p o seu mailling, ponha no seu orkut... ajuda a gente a divulgar essa venda????? (cara de criança no farol com nariz escorrendo).

30 de ago de 2010

VERIFIQUE SE O MESMO ENCONTRA-SE PARADO NESTE ANDAR

“Medo obsedante, angustiante, que certas doenças provocam em circunstâncias determinadas”. É como o dicionário Aurélio traz o significado da palavra “fobia”. A Amanda tem algumas dessas aversões exageradas. E os elevadores figuram um dos medos mais latentes da minha esposa.

Ainda nem namorávamos, mas a Amanda já dava sinais. Em um almoço com colegas de trabalho, ela precisou ser forçada a entrar em um elevador panorâmico do shopping para não ter que subir inúmeros lances de escada.

No começo da gravidez da Maria Eduarda, sentiu uma indisposição e quis ir ao São Luis do Morumbi. Duas da madrugada. Chegando lá, travou diante de um elevador que mais parecia um túnel. Queria ir embora de qualquer jeito. Só não foi porque descobriu uma passagem quase secreta pela cozinha do hospital.

Mas chega de retomada histórica. A última cena dessa fobia aconteceu no elevador aqui do prédio. Claro que a Amanda aprendeu a administrar o medo a partir do momento que mora no 21º e último andar. Mesmo assim, fica tensa com qualquer barulho e sempre finca suas lindas unhas no meu braço.

Na última sexta-feira, estávamos descendo todos juntos. Ela indo ao trabalho; eu e Maria Eduarda aproveitando as férias a caminho da pracinha. Só que uma corrente de ar se formou e a porta de correr interna fechou antes da porta do hall. E o elevador deu aquela parada tradicional, sem sair do andar.

Num genuíno reflexo pela sobrevivência, Amanda afastou todos com o braço e disse: “Já passei por isso antes. Deixa comigo. Eu sei o que fazer”. E num movimento digno de ‘Missão Impossível’, apoiou o pé em uma das paredes do elevador e tentou abrir a porta de correr com as mãos. Percebeu a dificuldade, apoiou as costas também. Nada.


Eu e Maria Eduarda olhávamos incrédulos diante de tal cena. A mulher de nossas vidas estava completamente descontrolada, com os olhos arregalados, a respiração ofegante. Quando a primeira gota de suor já começava a tamborilar por sua testa, eu lhe avisei: “Amor, existe um botão para isso. Olha no painel”. E indiquei o botão da imagem ao lado, que foi acionado e imediatamente resolveu toda a situação.

Agora, sempre que possível, faço a imitação da Amanda dentro do elevador. Nem ela aguenta e cai na risada também. Mas por falar em riso, fico imaginando que engraçado mesmo deve ter sido para o porteiro que acompanhou de camarote todo o evento pela câmera interna. Vou ver com ele se tem a gravação para colocar no Youtube...

27 de ago de 2010

PERGUNTE AO PÓ

Vou confessar que não sou a melhor amiga de quadros. Talvez pq na minha casa sempre tivemos muitos... minha avó era vizinha de um pintor famoso com estilo iluminista e tem vários quadros dele. Os entendidos de arte vão querer pular no meu pescoço, mas eu acho os quadros com um ar muito pesadão, prefiro encher a casa de espelhos (não estilo motel, obviamente). Mas é questão de gosto.


Tô escrevendo isso pq descobri que a empresa Karcher fabrica um aparelhinho chamado 'coletor de pó'. É um mini aspirador que fica fixado na parede logo abaixo da broca da furadeira, e conforme vc fura a parede o pozinho já é aspirado e não suja a casa toda. Se realmente fizer o serviço que promete, o aparelhinho deve ser muito bom!

Alguém já conhecia isso? Alguém sabe se funciona direito? Alguém conhece algum que seja mais legal ainda?

26 de ago de 2010

Apê na Mídia

Dessa vez foi na BandNews FM (96,9)!

O Reforma no Apê foi o tema do “É São Paulo que não acaba mais”, coluna apresentada por Luiz Megale e Marcelo Duarte. Os jornalistas também comandam o programa "É Brasil Que não Acaba Mais", transmitido aos sábados (13h) e domingos (7h).

Quer saber o que foi falado? Então, clique
aqui.

25 de ago de 2010

ZELADOR, QUEM É ELE?

Quando eu ainda morava na Mooca, uma das melhores lembranças era a presença do Seu Américo, o zelador do edifício. Tinha sua mesinha e sempre nos recebia na volta do colégio com piadas, chaveiros e afagos. E não parava por aí: nunca se esquecia dos aniversariantes do prédio, afixando cartas de parabéns na parede do elevador. Começava sempre com: “Completa hoje mais uma primavera...”. E o texto era sempre margeado por desenhos trêmulos de flores vermelhas.

Todos sabiam que Seu Américo ficaria por lá enquanto tivesse disposição. Infelizmente, adoeceu e morreu anos mais tarde, sem poder se despedir dos moradores. Foi triste. Perdia-se um patrimônio do prédio, que, de certa forma, me fez entender como os idosos privilegiam acima de tudo a companhia.

O Seu Américo daquele tempo preocupava-se apenas com o recolhimento do lixo, distribuição de cartas e manutenção do elevador. Entretanto, hoje, os zeladores atuam como um verdadeiro braço-direito do síndico. Quanto maior o condomínio, mais complexo o seu serviço. Sim, ainda entregam cartas. Mas também são responsáveis pela segurança, instalações elétricas, vistoria de equipamentos, supervisão dos funcionários e acompanhamento de serviços, obras e reparos executados dentro do condomínio.

O zelador do nosso prédio se chama Marcelo (xará do síndico). É são-paulino doente e fã da banda Velhas Virgens. Demora um pouco pra você entender o seu humor (ou a falta dele), mas é um profissional competente, que não mede esforços para auxiliar no que for preciso. Hoje, tem rodada do futebol. E lá estará ele esmurrando móveis a cada gol perdido.

Alguém precisa zelar por ele...

24 de ago de 2010

Uma coluna no meio da obra

Pois é, tem uma coluna no meio da nossa sala e ela não pode sair dali. O negócio é pensar alguma coisa bem legal p fazer com ela, é aquela velha história, se vc não pode com os seus inimigos, o jeito é se unir a eles.

Uma das ideias seria fazer uma cristaleira... acho uma boa, mas por outra lado eu fico pensando que ao invés de ter só uma coluna no meio da sala eu vou passar a ter uma coluna e um armário (a cristaleira). Por outro lado eu gostaria de fazer algumas coisas lúdicas no apê para a nenê... que tal pintar a coluna com tinta de lousa? Assim na parte mais baixa da coluna a criançada pode brincar e na parte mais alta a gente pode usar como "quadro de avisos". Eu adorei a ideia, mas a parte que acho ruim é o pozinho do giz... mas a vantagem é o piso frio, então um pano úmido pode resolver esse problema.

E se a gente cansar da parede assim, é só pintar com uma tinta normal, branquinha, e tudo volta ao normal.


O que vc acha? Dê seu pitaco!!

23 de ago de 2010

APÊ NA MÍDIA

E não é que o “Reforma no Apê” ganhou as páginas dos jornais? Na realidade, a página do Curiocidade, seção publicada todo sábado no Jornal da Tarde, que, na minha humilde opinião, é o diário mais prazeroso de ser lido. A coluna é assinada pelo Marcelo Duarte, o famoso autor de “O Guia dos Curiosos”.

A repórter conversou conosco, o fotógrafo veio tirar uma foto aqui em casa, e o resultado final pode ser conferido na foto abaixo. Bem bacana. Sinal de que a ideia da Amanda em criar esse blog foi considerada inovadora pelos leitores e, agora, por um grande veículo de comunicação.

E como disse a Amanda na entrevista, o objetivo de “oficializar o pitaco” continua em voga nesse espaço. Afinal, é o toró de palpite de quem acompanha o blog que determina todo o norte a ser seguido.

Clique na imagem para ampliar.


21 de ago de 2010

Focinho de Porco...


Várias pessoas comentaram sobre os novos plugues e tomadas, inclusive, falaram que só esses estão à venda agora. Bom, já que vou ter que usar, fui pesquisar.

Eram usados aqui no Brasil mais de 10 tipos tomadas, e essa variedade aumentava o risco de choque elétrico, sobrecarga e desperdício de energia. Como não existe um padrão mundial, cada país desenvolveu seu padrão. Até existe um adaptador universal, ótimo para quem viaja muito. Aqui no Brasil, eles usaram as normas da ABNT e o modelo definido é conectável em 80% dos aparelhos elétricos que nós já temos em casa. UFA!

Nos modelos antigos a pessoa pode entrar em contato com os pinos do plugue na hora de colocar na tomada. Isso aumenta o risco de choques. No formato padrão esse problema não existe (ou é menor) porque o encaixe fica em um "poço" sextavado, que diminui muito a chance de encostar nos ferrinhos.

Mas em resumo, o que mais importa é que a distância entre os pinos da tomada padrão é a mesma daquele redondinho que a gente já usa. E isso garante a conectividade!


Ah, mas pra que serve aquele terceiro pino? Vamos lá, sabe aquele fiozinho que vinha pendurado em diversos eletrodomésticos, o fio terra? Então, agora ele vem direto na tomada, virou o terceiro pino. E o fiozinho feio vai desaparecer, uuuhhhuuu!!

Mas tem um detalhe... seu prédio ou sua casa tem aterramento? Porque se não tiver, não adianta... quer dizer, o eletrodoméstico funciona, mas o fio terra estará inativo. Uma lei de 2006 determina que todas as novas construções precisam ter aterramento... se a sua construção tem mais de 4 anos, é melhor checar.

Como meu prédio tem BEM MAIS de 4 anos, provavelmente não tem esse aterramento. Fiquei pensando, será que é uma coisa simples do condomínio fazer? Bom, isso é assunto para outra "googlada" e outro post.


Ah, outra coisa, você leu o último post? Foi uma participação do Bruno Viécili. Vamos começar a colocar aqui algumas colaborações de pessoas que têm boas dicas ou histórias legais de reforma. Quem se habilita?

20 de ago de 2010

SOBRE PIAS E RALOS...

O grande barato desse blog é justamente receber e compartilhar dicas, palpites e experiências de amigos, familiares ou leitores que já passaram por uma reforma ou vivenciaram algum dilema na evolução de seus lares.

Por isso, quando o caro amigo Bruno Viécili me alertou sobre pias quadradas, pedi a ele um depoimento, pois enxergo nesses relatos o principal propósito desse espaço. Assim, segue abaixo o ótimo texto dele sobre o "drama" com a pia de seu apartamento. Você vai rir, lamentar junto e, ao final, lembrar disso quando visitar novamente uma casa de construção. Então, leiam até a última gota.


Quando o ralo é só um enfeite

por Bruno Viécili - www.twitter.com/brunoviecili

Há algumas noites, escovando os dentes, lembrei que o Fabio e sua mulher mantinham este blog, com dicas e causos da reforma do apê dele. Lembrei justamente por estar escovando os dentes na pia do meu banheiro. E imediatamente mandei pra ele a dica de nunca comprar uma porcaria como essa. Porque ninguém merece uma pia que empoça.

Foi quando ele pediu essa colaboração, que na verdade é mais uma tentativa de avisar ao mundo que, da mesma forma que invenções promissoras degringolam pelo caminho e sucubem ao desinteresse do mercado, algumas bizarrices vingam e – pior! – encontram quem as compre.

O objeto em questão, foco de todo o meu ódio e resignação, é a pia de cuba quadrada e fundo reto (ou plano, como preferir). A minha é essa da foto abaixo. É bonita e, no conjunto, fica muito bacana no design do banheiro. E só.




São dois os motivos que me fazem ter vontade de descer a marreta nessa pia a cada vez que eu escovo os dentes ou faço a barba. Por isso, tratei de guardar a caixa de ferramentas em um lugar bem distante do banheiro.

Primeiro: a água não escorre. Juro. Abrir a torneira significa que vai formar poça no fundo. O resultado dessa engenharia estúpida: a espuma de pasta de dente cuspida não é drenada. Fica ali, empoçada – no primeiro dia – ou endurecida – na manhã seguinte. Fazer a barba na pia de cuba quadrada e fundo reto, nunca mais. Se nem espuma o ralo engole, que seriam dos pelos recém-aparados do barbeador. Formam um mosaico de pelinhos grudados no fundo e nas paredes da pia. E é ainda pior do que a espuma da pasta de dente, porque isso simplesmente não sai sem esfregar. Ou seja, a bonita e cara peça de louça também não serve para esse tipo de tarefa. Melhor deixar para tirar a barba no banho. Na pia de cuba quadrada e fundo reto, o ralo é só um enfeite.

A solução seria trocar por uma de fundo curvo, como toda pia deve ser. E aí vem a segunda razão de odiar minha pia – e a causa da minha resignação: não dá pra tirar dali. Quando comprei, o apê acabara de ser totalmente reformado. E o gênio que escolheu essa pia também escolheu um pedreiro infame que cortou o mármore da base exatamente na medida dos limites da pia de cuba quadrada e fundo reto. Traduzindo: sem reformar o banheiro, só dá pra trocar por outra igual. Pia normal, nem pensar.

Portanto, para o Fabio e esposa e todo mundo que um dia precisar comprar uma pia, fica a dica: teste-a antes. Derrame na pia um copo d’água, dentro da loja ainda, e veja se escorre corretamente. Ou se, de fato, escorre, pelo menos. E escolha SEMPRE as pias que convergem para o ralo. Sua vida será muito mais feliz, acredite.

19 de ago de 2010

MENOS É MAIS

Fernanda Chiorino e Rose Tambasco, nobres leitoras desse blog, nos mandaram o vídeo dessa história real que mais parece invenção. O arquiteto chinês Gary Chang vive em Hong Kong, um dos maiores centros urbanos do país mais populoso do mundo.

E como espaço é luxo na região, as moradas costumam ser minúsculas. Antes, vivia com os pais em um apartamento de dois cômodos. Mas hoje mora num apartamento com pouco mais de 30m². Aí você pensa: “bom, deve ser um quarto, um banheiro e um fogão”. Enganou-se. O novo lar conta com 24 CÔMODOS!

A mágica foi projetar paredes móveis com rodinhas, que se deslocam por trilhos instalados no teto. E para disfarçar toda a estrutura, foram colocados espelhos no teto, que acabam também dando a impressão de que o ambiente é maior.

Outra curiosidade: existe uma única janela em todo o apartamento. Assim, foi colocado um filtro alaranjado nas venezianas, que intensifica o efeito da luz externa e permite que o chinês praticamente não acione a luz elétrica.

Abaixo, o vídeo mostra o mais sensacional “Made in China” dos últimos tempos

18 de ago de 2010

DOIS ASSUNTOS

Assunto 1:

Temos muitas novidades esses dias, mas uma delas nós achamos que merece ser divulgada primeiro, afinal nós precisamos da ajuda de todos vocês que lêem o Reforma no Apê.

Estamos participando do 2º Prêmio Blog Books, realizado pela Editora Singular Digital e pelo Universo do Autor. O concurso vai transformar em livro os melhores blogs do Brasil.

Na primeira fase do concurso o pessoal clica nesse selinho q colocamos aqui do lado do blog e vota. Os 10 mais votados seguem para a segunda fase. Uma informação importante é que as pessoas podem votar quantas vezes quiserem, então vota um monte, tá? rs

Ah, a votação vai até o dia 15/9.

Vota, vota, vota...




Assunto 2:

Pensando naquele assunto do novo padrão de tomadas no Brasil... na reforma devemos aproveitar e já instalar os novos modelos? Ouvi dizer que os eletrodomésticos comercializados a partir desse ano (2010) já estão com o plugue novo.


Alguém sabe isso?

16 de ago de 2010

BELEZA DE DENTRO

E pra fechar o Guia de Profissões, pedimos a Tia Rose uma descrição sobre o trabalho do DESIGN DE INTERIORES. Desta forma, completamos a pirâmide dos talentos que transformam uma planta num cabedal de ótimas ideias.

Com a palavra, a designer Rose Tambasco:

"O arquiteto faz o projeto como um todo, enquanto o designer projeta ambientes, ou seja, o espaço, móveis para esses espaços e também texturas e materiais (revestimentos de paredes, pisos,móveis etc.) que serão utilizados para execução. Escolhas baseadas em tendências atuais e estilos pessoais, tornando o ambiente de acordo com o que o cliente espera dele, seja esse ambiente comercial, residencial, consultórios e por aí vai... O designer também assessora os clientes na hora da compra e na escolha do material da obra, móveis e objetos de decoração. O profissional ainda elabora orçamentos e faz cronogramas da obra"

QUEM É QUEM?

Eu não sei se existe uma rivalidade como entre jornalistas e publicitários, mas fato é que poucas pessoas sabem exatamente quais são as diferenças entre engenheiros e arquitetos.

Bom, uma verdade é que nos sonhos dos pais sempre aparece primeiro a engenharia. É sinônimo de inteligência na cabeça e dinheiro no bolso. Mas o que acontece é que muitos demoram quase um curso de Medicina para se formar e, se o estudo for em uma universidade particular, demoram uma década para recuperar a grana investida.

Já o arquiteto, num primeiro momento, recebe da sociedade uma percepção desfocada. As pessoas pensam: “quero deixar minha sala bonita”, “como faço para distribuir esses quadros pela casa?”, ou “de que jeito vou criar uma cozinha americana neste cubículo?”. Batata. Saem à procura de um arquiteto. Vamos parar com os chutes e tentar explicar um pouco o papel de cada um.

O ARQUITETO é o cara responsável em elaborar o projeto. O profissional entende não só as necessidades da obra, mas observa como é a rotina, dinâmica e o relacionamento familiar para propor ideias. É comum que o arquiteto oriente também sobre detalhes que poucos se lembram, como a ação do sol, ventilação e conforto dos espaços criados.

O ENGENHEIRO é o profissional responsável em detalhar as estruturas do projeto. É ele que faz uma proposta para a execução (localização e dimensões de pilares, vigas, lajes, fundação, e outros elementos relacionados à estrutura). Também costuma detalhar sistemas elétricos e rede hidráulica e sanitária.

É claro que o mundo ideal seria contar com os dois tipos de profissionais. Seria o melhor caminho para se harmonizar o projeto arquitetônico às alterações pelas quais a morada será submetida.

Claro que devem haver piadinhas e provocações entre eles, mas ambas as profissões são dignas de admiração. Afinal, quer responsabilidade maior do que construir e manter de pé aquilo que você levou um tempão para planejar?

Eu sempre quis ser jornalista. Talvez isso explique a minha cara de surpresa quando o arquiteto Ricardo nos mandou um email falando que não tinha um “shaft” em algum lugar do apartamento. Resumo da ópera: na dúvida, consulte e contrate um arquiteto ou engenheiro. Só eles sabem o que, quando, onde, como e por que martelar.

13 de ago de 2010

Planta nova prontinha!!!

Eu gostei muito dessa opção. Quem fez foi o arquiteto Ricardo Petrenko, que eu já contei aqui quem é. Nos últimos dias trocamos vários e-mails com as ideias que tínhamos, ele fez algumas opções de plantas e foi adaptando até chegar nessa aqui.

A planta:



Aqui é a mesma planta, só que com as medidas:


Tive algumas dúvidas que o Ricardo já me explicou como, por exemplo, como passar o encanamento p o banheiro novo sendo que tem uma parede estrutural? Passa por onde, pelo teto? E a ventilação? Fica no mesmo esquema q é no outro banheiro (com o teto rebaixado e com um duto até a saída que já temos perto da janela do quarto da nenê)?

E ele me respondeu:

A tubulação a gente desvia do pilar (passa por cima da porta) e desce por uma parede que fiz na frente do pilar, com 10cm de espessura, assim permite descer toda a tubulação hidráulica e elétrica.
A ventilação faz como vc falou, interliga na existente que leva até a área externa.

Eu gostei, mas agora todos nós queremos saber a opinião de vocês...
Comentem, comentem, comentem!!!
Quem quiser ver a planta original é só clicar aqui.

12 de ago de 2010

Continuação... A privada e o meio ambiente

Uma coisa é fato, o mercado de construção está lucrando bastante com essa história de preservação... é aquecedor solar, torneira que desliga sozinha, sensor para acender e apagar a luz...

Agora vai imaginando a situação: Você vai viajar e se hospeda na casa de uma amiga. No primeiro dia vc não faz cocô "ah, é a mudança de ares", no segundo vc passa o dia todo na praia comendo espiga de milho, churros, pastel e tomando caipinha (a verdadeira farofa q todo mundo faz), no terceiro dia sua amiga te leva para conhecer um restaurante típico da cidade, lá é tudo maravilhoso principalmente a comida... e vc se acaba de tanto comer. No quarto dia sua amiga quer ir p praia de novo mas quando vc coloca sua "roupa de banho" e se olha no espelho acaba se recusando a ir p praia pq a barriga ta enooooorme, afinal vc não fez cocô desde que chegou lá.

No final do dia a família toda da sua amiga está reunida na casa dela e vc, a visita, é o centro das atenções... é ai que algo na sua barriga começa a gritar "eu quero sair daqui!!!!", vc enrola um pouco, dá uma disfarçada e espera um momento em que todos parecem estar distraídos e vai para o banheiro.

Chegando lá você faz tudo o que precisava em tempo recorde, afinal é melhor que nem todos notem que vc saiu da sala. Então vc aperta o botão da caixa acoplada para dar a descarga e fica olhando... momento de expectativa e... nada, o bendito não foi cano abaixo, e vc não pode apertar novamente o botão da descarga pq a infeliz da caixa acoplada leva quase um minuto para encher de água novamente. E não adianta ser espertinho, se vc apertar antes dela terminar de encher sabe o que acontece? A água toda vai descer sem pressão e não vai servir p nada, além de vc ter que esperar tudo de novo para poder apertar. Depois de cheio vc aperta e o morronzinho parece que se foi, mas deixou um rastro... 1... 2... 3... vc começa a contar, impaciente, até aquela "linda" caixa encher de novo, ai vc aperta e se sente aliviada (agora sim, de verdade) pelo dito cujo ter ido embora.



Enquanto vc lava a mão só consegue pensar "ai, tomara que ninguém tenha escutado a quantidade de vezes que tive que apertar a descarga".

A questão é que o modelo tradicional, com a válvula de descarga fixada na parede, gasta em média de 12 a 15 litros de água por vez que é acionada, mas se o seu "amiguinho" não descer vc aperta por mais tempo o botão e ele se vai. No modelo politicamente correto, caixa acoplada, o gasto fixo é de 6 litros por descarga, o que permite uma economia sensível de água. Mas gente, vamos falar a verdade, é muito ruim ter que ficar esperando a bendita caixa encher... e juro que não sou fresca!! Se eu colocasse uma dessas aqui no apê iria me sentir na obrigação de deixar uma escovinha (éééécccccaaaa) do lado da bacia para as visitas se sentirem à vontade para dar uma cutucatinha no "caminho" que deixaram (ai, senhor, tire essa imagem dos meus pensamentos!).

Defensores da natureza, por favor, não me levem a mal, mas eu não sou tão evoluída assim, não consigo me livrar da velha e boa descarga de parede. Ainda que existam válvulas que se digam mais econômicas, acho que gosto da minha velha e boa Docol.




Agora só falta o Ricardo falar para a gente que no banheiro novo vamos ter que colocar essa caixa acoplada... Ah, se ele der um bom motivo tudo bem, né... fazer o q? Ops... mas já tô falando coisas do post de amanhã, quieta Amanda! Amanhã tem plantas novas do apê... gente, hj chegou uma totalmente revolucionária que eu adorei!!

A privada e o meio ambiente

Preserve o meio ambiente, salve a Amazônia, não polua os rios... a gente escuta isso todos os dias em vários lugares.

Tentamos ensinar nossas crianças a importância de reciclar e de usar os recursos naturais com atenção e cuidado, achamos um absurdo a quantidade de embalagem que recebemos no drive thru do Mc Donald´s (copo, a tampa do copo, o canudo, o papel que embala o canudo, o guardanapo, o plástico que embala o guardanapo, a caixinha do sanduiche, a caixinha da batata, o saco que embala tudo isso, o suporte que os copos vêm encaixados...), sabemos o mal das garrafas pet, achamos exagerada a quantidade de sacolas que as pessoas usam no supermercado, achamos lindos e politicamente corretos os cestos coloridinhos da coleta seletiva que as empresas poluidoras deixam bem na porta para que sejam vistos por todos que entram e saem dali...

Aqui no meu prédio a gente separa o lixo na hora de colocar na lixeira, de um lado lixo comum e do outro reciclável. Acho super bacana pq esse material é vendido e ainda rende um tutuzinho pro pessoal.




... Enfim, não sou contra a preservação ambiental, mas tb não consigo ser uma ativista radical... principalmente quando o que está em jogo é o meu cocô.

Mas hj vou ficando por aqui pq o Fabinho tá dizendo que meus posts estão longos demais... então no próximo continuo essa história.


Ps: Vale lembrar que os mais modernos chamam a privada de bacia... mas eu sou no milênio passado.

10 de ago de 2010

Procura mão de obra?

Outro dia a tia Rose enviou para a gente um e-mail com uma dica legal que pode ajudar muita gente.

Você conhece um bom pintor para sua casa? E um gesseiro que faça trabalhos lindos? Um encanador que não vai fazer uma cachoeira indoor?

O site Casa, da Ed. Abril, fez uma parceria com os Doutores da Construção, um projeto que treina pedreiros, pintores, encanadores, eletricistas, etc, por todo o Brasil.

Agora podemos acessar esse link
aqui e fazer a busca por CEP. O site indica mão de obra especializada, e segundo a editora Márcia Carini, os profissionais têm ficha e um nome a zelar, então, a chance de que eles trabalhem direitinho é muito grande.

Fica a dica.

9 de ago de 2010

MÃO-DE-BRA E ECONOMIA

O título deste post traz duas preocupações comuns a quem começa a planejar uma grande reforma em sua residência. E “planejamento” é sem dúvida a palavra-chave para não se deparar com surpresas desagradáveis assim que cair a primeira parede.

Pesquisando sobre os temas, cheguei a conclusões que ajudam muito a antecipar questões que certamente são determinantes para o sucesso da reforma. A primeira delas é sobre a mão-de-obra. Temos recebido valiosas ajudas, dicas e orientações de amigos e familiares. Mas, ao mesmo tempo, uma das coisas mais difíceis é indicar profissionais bons e confiáveis para cada serviço específico necessário.

Especialistas dizem que, se for economicamente viável, a melhor coisa a fazer é contratar um empreiteiro ou uma empresa de engenharia ou arquitetura que se responsabilize pelos operários da obra. É uma solução para garantir o cumprimento dos prazos e o controle dos gastos e imprevistos (incluindo acidentes) que surgem a cada martelada. A escolha também te protege de falhas com a segurança dos funcionários, que podem gerar problemas com a legislação trabalhista.

O segundo fator é como economizar na reforma. As experiências sempre mostram que raramente você gasta o que planejou. Em alguns casos, o valor final pode chegar ao dobro ou triplo do que foi orçado anteriormente.

Os arquitetos orientam para investir justamente no planejamento prévio para não se surpreender com os valores. Afinal, não existe nada pior do que interromper uma reforma ou não deixar o seu apartamento do jeito que você queria por causa da parte financeira.

Como são naturais mudanças no meio da reforma, é necessário pensar antes em todos os itens, com atenção especial aos materiais de construção e acabamento. Pesquisar preços com antecedência é de grande importância, pois você consegue fazer um comparativo entre os fornecedores. Outra possibilidade que deve ser levada em conta é concentrar as compras em um ou poucos estabelecimentos. Parece ser a maneira mais prática e eficiente de programar os pagamentos e negociar descontos mais vantajosos.

Agora, resta colocar em prática essas cartilhas. As pesquisas que estamos fazendo deixam claro que o improviso é o único item que já pode ser descartado de uma reforma.

6 de ago de 2010

Bastidores do curling brasileiro


A história do curling é pauta do nosso blog pq aconteceu no apê... e no piso da cozinha que vai ser trocado, apesar do Fabinho ter ficado apegado ao porcelanato rs.

Muitas pessoas perguntam p gente os bastidores da foto, então vamos contar:
Quase meia-noite, a nenê dormia, o Fabinho estava assistindo curling nas Olimpíadas de Inverno e eu estava no msn (ou no twitter?) com minha amiga Van. Foi ai que começou o assunto do jogo. Primeiro eu estava tentando entender como funcionava, depois comecei a achar engraçado ficarem jogando uma pedra pesada daquelas no gelo... Então a Van me falou que aquela pedra mais parecia uma chaleira... tam, tam, tam, tam... meu olhos brilharam! rs Olhei para o Fabinho e fiz a proposta de uma foto na cozinha com a chaleira, que por sinal foi um presente que ele deu para minha avó no começo do nosso namoro.

Ele deu uma risada nervosa e topou. Chegando na cozinha peguei a chaleira azul e um rodo para ele segurar. Em posse da câmera fotográfica enquadrei a cena e cai na maior risada do mundo. Não conseguia apertar o botão. Então tive a ideia de pegar umas pedrinhas de gelo para usar de cenografia. Lembro do Fabinho falar "Mas vai molhar o chão..." rsrsrs e eu só ria! rsrs Então ele encarnou o personagem, entrou no jogo e fez pose de jogador de curling. Eu ri, ri, ri e ri, e continuei sem conseguir clicar. Depois de alguns minutos consegui conter minha crise de riso e fiz a foto.

Corri para o computador, baixei a imagem e coloquei no meu twitter com o seguinte texto: "Meu marido nas olimpíadas de inverno". Mas eu tinha apenas seguidores que eram nossos amigos ou parentes, coloquei lá para eles se divertirem tb.

Um tempo antes a nossa sobrinha Júlia tinha feito um daqueles bonecos de meia que usam alpiste como cabelo, sabe? Esse aqui ó:



Eu peguei uma meia, coloquei na cabeça do Fabio e fiz uma foto segurando um regador... e mandei p família via e-mail. O objetivo dessa do curling era mais ou menos esse, só que via twitter.

As pessoas realmente não têm noção do poder das novas mídias sociais. Eu coloquei no site e nossos amigos começaram a retuitar (eu tinha pouco mais de 60 seguidores). Com o tempo a imagem chegou ao twitter do Kibe Loco, que tem muitos seguidores... depois chegou no Luciano Huck. E vamos falar a verdade, se o cara mais seguido no twiiter em todo o Brasil retuita uma foto sua, muuuuuuuita gente vai ver, muuuuuita mesmo. Bom, até político andou retuitando o nosso curling.

Com isso as coisas começaram a sair do controle e a imprensa começou a procurar a gente. Estadão, Zero Hora, O Dia, BandNewsFM... e até uma matéria grandinha com ele ficou como destaque bastante tempo na home do Portal Terra.

Acredita que um tempo depois, a Mariana, que trabalha com o Fabio tirou férias e foi para Portugal, comprou por lá uma revista de humor... adivinha qual foto estava na revista? Pois é... quase não acreditei quando vi a publicação.

E as comunidades do orkut? Têm várias que passaram a usar a foto dele.

Depois que a gente pensou que a brincadeira tinha acabado uma agência chamou o Fabinho para participar de uma campanha. A ação toda (que incluía um novo viral) não foi aprovada pelo cliente, mas ele foi convidado para estrear a Curling Arena, uma pista que será montada no shopping Eldorado para o lançamento de um produto da Jonhson&Johnson e com participação da capitã da seleção de curling da Noruega, Linn Githmark, atual vice campeã mundial.

Curling Arena
13 a 22 de agosto
Shopping Eldorado
Alameda de Serviços
Subsolo 2
Mulheres: Cortesia
Homens: R$10,00

Viu só o que uma foto colocada na internet pode fazer?

Agora podemos criar uma versão para a imprensa e dizer que fizemos a foto em um lance de mkt e que já tínhamos noção do que ia acontecer. O que acha?

Arquitetos... do apê e do casal


Algumas pessoas tinham comentado que as plantas não tinham as medidas do apto, então aqui estão!

Acho que encontramos um arquiteto legal! Uma das nossas dúvidas era como escolher um arquiteto, quais critérios devem ser usados? O q temos q analisar? Mas ficamos felizes esses dias pq ao invés da gente achar um arquiteto que gostasse e tivesse um perfil parecido com o nosso, foi o arquiteto que achou a gente! (Salve, salve blog!! Salve, salve twitter!!!)

É o noivo da Ana Flávia... na verdade ela é meio culpada por tudo isso.

Vou explicar:
Eu fiz faculdade com a Ana Flávia e na época ela já trabalhava com assessoria de imprensa. Enquanto isso eu trabalhava em uma tv... depois de formada fui para a Band News FM... fiquei lá um tempo e mandei uns currículos para meus conhecidos. Foi ai que passei meu cv p a Ana, que entregou para a então coordenadora dela, a Edna, que é uma das melhores pessoas que eu já trabalhei, faz o estilo mãezona, sabe?
A Edna me chamou para a X Comunicação, mas a Ana tinha acabado de sair de lá, nem chegamos a trabalhar juntas. Na X eu conheci o Fabinho, e ACREDITEM, a gente nunca teve nada enquanto trabalhou juntos. Foi quando eu sai de lá que tudo começou.
O Fabinho continua na X, e eu tô feliz da vida trabalhando de novo (já tem mais de 3 anos) com tv, que é a minha paixão!

Entenderam pq a Ana é meio culpada por tudo isso?? rs

Bom, mas hj eu vim aqui só p postar a planta com as medidas mesmo.
Depois a gente conta as novidades (sobe som com trilha de suspense)

4 de ago de 2010

A novela

Nunca pensei que que fosse tão dificil vender um imóvel. Tem uns meses que colocamos o apartamento da praia para vender. Logo no começo deixamos a tarefa com duas imobiliárias da região. Com o passar do tempo resolvemos anunciar no jornal (aquele anuncio do Estadão que comentei aqui que custou uma fortuna e tinha só meia dúzia de palavras abreviadas, como mandam os classificados). Sabe quantas ligações recebemos com o anuncio??? Zero. E olha que fizemos um anuncio nacional, ou seja, publicado inclusive na baixada santista e na capital. Pq o fato do anuncio ter saído também na Bahia e no Acre não quer dizer muita coisa, né?

Passado uns dias resolvi anunciar em um veículo mais barato, o Primeira Mão. A pacote completão (fotos e todas as informações que eu quisesse) saiu por R$30,00, nem se compara com o valor do outro jornal. E o mais incrível é que meu celular tem tocado. Na primeira vez que vi o ddd 13 fiquei animada, na segunda achei bom, na terceira já tava cansada de ouvir a mesma coisa. As três ligações foram de imobiliárias. Será que esse é o publico do Primeira Mão? Corretores? Bom, vc deve tá se perguntando o pq deles terem me ligado, né? Simples, a comissão de venda que a imobiliária ganha é 6% do valor do imóvel, todo mundo quer tentar vender...

-
Novo Século

-
Durante Imóveis (é aquela engraçada que faz piadinhas nos anúncios)

-
Litoral Paulista Imóveis

-
Abyara (ai sim, hein?)

- Bela Vista Imóveis (ainda não peguei o site)

...e assim eu vou aumentando a lista de números de telefones de imobiliárias no meu caderninho...

3 de ago de 2010

Quarto da nenê

Estou procurando algumas ideias para o quarto da Maria Eduarda. Tenho olhado várias revistas de decoração com quartos ultra-mega-hiper-power. Mas é só para dar uma inspiração e ver o que podemos adaptar ao nosso bolso.

Uma coisa é fato, gosto de cores claras principalmente do branco, móveis com linhas retas e acho que quarto de criança não pode ser muito lotado de móveis, tem que ter espaço para as brincadeiras!

Tô pensando em deixar no quarto dela só o berço, o armário embutido e um móvel para guardar os brinquedos, mas tem que ser algo de fácil acesso para ela, assim aprende a pegar as coisinhas e depois pode colocar lá de volta. E o meio do quarto quero deixar livre. Uma possibilidade que pensei é deixar um "colchão poltrona" que temos na praia, para as noites que ela quiser que a gente fique por lá até pegar no soninho. Mas temos que pensar ainda.

Hoje peguei umas imagens legais na internet. Uma coisa que acho linda é o teto de fibra ótica, e pelo que andei pesquisando nem é tão caro quanto eu pensei, pode ser uma opção, só tenho que tomar cuidado para não ficar over.



A janela do quarto dela não será tão pequena, terá 1,15m, mas ficará alta. Então pensei em colocar na parede oposta um espelho para ajudar na iluminação natural. Mas espelho com crianças não é muito seguro, né? Foi o que pensei logo de cara... até que descobri o espelho acrilico, que é mais seguro. Acho que pode ser uma opção. Temos que pensar.






Tem alguma ideia? Fala pra gente!

2 de ago de 2010

A MESA DO COMPUTADOR

É fato. Todas as mudanças no apartamento implicarão em ganho de espaço. Sendo assim, ontem recebi uma notícia não lá muito agradável. A Amanda me avisou que vamos “pedalar” o móvel (foto mais abaixo) que serve de apoio para o computador. Isso porque a futura sala será mais ampla e vamos migrar o laptop para o nosso quarto, no lugar onde hoje fica o berço da Maria Eduarda.

Faz todo sentido. Mas é que o anúncio me impactou de uma forma sentimental. A Amanda estava grávida e seus humores variavam conforme sua respiração. Aí compramos a mesa na Tok Stok, mas, para economizar, decidimos montá-la em casa, deixando de pagar a taxa extra. A decisão foi nossa, mas eu assumi toda a operação.

Como já disse nesse blog, minha habilidade com tarefas manuais é bisonha. Mas, munido de chaves de fenda e parafusos, consegui montar toda a estrutura. Sim, foram quase 3 horas de suor e escoriações, mas foi uma grande vitória. Sempre que olho para ela, é como um troféu exposto. E o mais importante: está de pé até hoje.

Paciência. Depois arranjo outra coisa para recuperar o atributo “macho-rústico”. Desde que tenha manual de instruções, obviamente...


COMO NÃO PENSEI ANTES???

Sabe quando vc descobre um negócio e logo vem na sua cabeça "COMO NÃO PENSEI ANTES???" Foi assim que eu me senti com essa descoberta.

Filtro de água: ou vc tem ou compra sua água. É mais ou menos assim que funciona na maioria das casas que conheço. Aqui no meu condominio eles colocaram um "filtrão" na entrada da água no prédio, mas sabe, né, mesmo assim prefiro não sair bebendo água direto da torneira, nunca se sabe como estão as coisas, melhor tomar cuidado, principalmente quando se tem criança em casa. Por muito tempo tivemos o filtro Europa... na última vez que trocamos colocamos um da Lorenzetti (sim, a mesma marca do chuveiro). Onde normalmente ficam esses filtros? Na parede em cima da pia, né? E cada vez que queremos beber água vamos lá e pegamos direto do filtro. Tudo normal, até quando entrei nesse link aqui.

COMO NÃO PENSEI ANTES???

Eles colocaram o filtro embaixo da pia! Sabe aquele rabixo que sai da parede e vai até a torneira? É só colocar o filtro direto nesse buraquinho e na saida do filtro vc põe o rabixo que vai para a torneira. Vc abre a torneira e... "tam tam tam tam" sai água filtrada!! Lógico que não é qualquer filtro que dá certo, mas é só ir em uma loja de material de construção e pedir para o vendedor um filtro para colocar embaixo da pia. Aqui em casa a gente tem torneira com misturador na cozinha, então estou pensando, durante a reforma, colocar o filtro em um dos lados e no outro deixar sem filtro mesmo para lavar louça e etc.

Fica escondido e não ocupa tanto espaço! Para mim foi uma novidade...