19 de ago de 2010

MENOS É MAIS

Fernanda Chiorino e Rose Tambasco, nobres leitoras desse blog, nos mandaram o vídeo dessa história real que mais parece invenção. O arquiteto chinês Gary Chang vive em Hong Kong, um dos maiores centros urbanos do país mais populoso do mundo.

E como espaço é luxo na região, as moradas costumam ser minúsculas. Antes, vivia com os pais em um apartamento de dois cômodos. Mas hoje mora num apartamento com pouco mais de 30m². Aí você pensa: “bom, deve ser um quarto, um banheiro e um fogão”. Enganou-se. O novo lar conta com 24 CÔMODOS!

A mágica foi projetar paredes móveis com rodinhas, que se deslocam por trilhos instalados no teto. E para disfarçar toda a estrutura, foram colocados espelhos no teto, que acabam também dando a impressão de que o ambiente é maior.

Outra curiosidade: existe uma única janela em todo o apartamento. Assim, foi colocado um filtro alaranjado nas venezianas, que intensifica o efeito da luz externa e permite que o chinês praticamente não acione a luz elétrica.

Abaixo, o vídeo mostra o mais sensacional “Made in China” dos últimos tempos

6 comentários:

Amanda B Ansaldo disse...

Pelos meus calculos podemos fazer uns 70 cômodos aqui... tudo bem se a gente tiver q empurrar paredes o dia todo?

Cléo disse...

Foi o que eu comentei no Twitter, esse cara faria do meu apto de 90m2um triplex fácil, fácil.

@ripetrenko disse...

Pq não pensei nisso antes? rs
Sensacional!

Anônimo disse...

O que ele não faria numa casa térrea! Será que ele ja ouviu falar em Americana?

Rose disse...

Não sei porque meu post saiu como anonimo, mas enfim...fui eu (Rose) quem postou acima caso apareça anonimo novamente.

Vanessa disse...

Nossa, eu quero um ap de solteiro assim, com mobílias sofisticadas e modernas e um telão desse! Não me importo em ter que ficar arrastando parede o dia todo... E no caso de vcs, logo a nene pode ajudar hehe