9 de set de 2010

Pinta?

É tanta opção de tinta que eu tô começando a ficar confusa. Para mim até outro dia a palavra tinta era sinônimo de guache. Como nenhum pintor vai querer fazer uma pintura a dedo no nosso apê, achei melhor começar a procurar mais informações sobre as ditas.

Uma vez eu fiz a besteira (para ser educada) de mandar pintar os azulejos do meu banheiro. AI MEU DEUS! É a tal da tinta epóxi... ela mostra absolutamente todos os defeitos da colocação das peças... gente, é cruel! Mas por outro lado é suuuuper fácil de limpar e acabou com aquela história de ter q esfregar toda hora o rejunto do boxe. Então já aviso, não pintem o azulejo do banheiro! Se quiser algo assim, manda arrancar as peças e passa a tinta em cima da massa corrida mesmo (será q pode???). Outro dia ponho foto da “coisa linda” para vocês verem, agora não to em casa.


Agora estou de olho nas tintas para a nossa tão falada reforma (não, não vou pintar nenhum azulejo dessa vez). Mas achei algumas tintas curiosas... tinta imã, já ouviu falar? É uma tinta misturada com chumbo com minúsculas partículas de ferro misturadas (será que o Dr House aprovaria?). Na parede ela parece normal, mas o diferencial é que vc pode colocar um monte de coisas penduradas. Sinceramente, não sei se usaria. Mas é legal. Fato.

Outra legal para quem tem crianças em casa (minha cunhada Fernanda vai gostar) é a Super Lavável. Riscos com lápis de cor, grafite e outros materiais podem ser removidos com água, álcool e detergente. Sabem pq tô falando que minha cunhada vai gostar? É que dei de niver para a caçula dela um ônibus de madeira com vários pininhos coloridos para encaixar, minha filha ama o dela e eu sabia que a Clara ia gostar tb. Mas o problema é que ela descobriu algo novo para fazer com as peças... a Clara molha na boca e passa na parede, deixando toda a casa da Fê com estilo de arte moderna. No feriado dessa semana a Fê e o Júlio vieram aqui em casa com a Júlia (prima mais velha) e a Clara. Elas brincaram muito e a tia aqui resolveu fazer uma aula de pintura, peguei uma folha grandona, giz de cera e coloquei as meninas para pintarem, ficou tão lindinho o desenho delas (modernista, claro). No dia seguinte... a Clara, com todo o seu 1 ano de sabedoria, achou que a casa dela estava muito sem cor... pegou uma caneta e pintou o estofado branco da cadeira deles. Qual será a próxima que a titia aqui vai inventar? Ai ai ai...


Voltando as tintas... agora é hora da minha queridinha, a tinta lousa! Já falei dela aqui e tenho 99% de certeza que vou pintar aquela coluna q vai sobrar no meio da minha sala com essa tinta. Já que não tem nada de legal para fazer com a coluna pelo menos faço algo lúdico para a nenê e um mural de recados para os adultos.

E para completar achei um link que calcula quanto vc vai usar de tinta para pintar cada cômodo, adorei! Só espero que o calculo seja certo. Olha
aqui.

7 comentários:

brunogv disse...

Cuidado com essa pia quadrada de fundo reto da foto...

Cléo disse...

Tenho certeza que qd tudo terminar vc vai estar craque em pesquisa. Quanto a coluna lousa, espero que quando a Clara for na sua casa ela entenda que é só essa parede que está liberada p/ pinturas.

Amanda B Ansaldo disse...

Bruno, pode deixar, nada de fundo reto!! A pia foi só p ilustrar uma parede com tinta de lousa.

Cléo, Ahhh mas a Fê precisa falar p ela q so pode escrever na lousa rsrsrs.

Thaiza Nacaxe disse...

Oi Amanda, coisa mais fofa imaginar vc pintando com as crianças!!

Boa dica esse site! Também adoro tina lousa rs

Beijos!!

@fechiorino disse...

Pois é... Estou dando dinheiro para quem descobrir alguma fórmula mágica de tirar tinta de caneta do couro branco!!
Não sai com nada: álcool, detergente, sapólio, leite, simpatia e nem ajuda de fórum de internet...
E vc esqueceu de contar que no dia do desenho na sua casa a Clara tentou dar uma pintadinha no seu piso tb...
Estou desconfiando que depois da reforma nunca mais seremos convidados para uma visitinha em sua casa...

Prica disse...

acho todas essas tintas bem legais!
mas a minha preferida é a tinta imã, nesta semana mesmo eu tava pensando se isso faz mal pra gente. Vou pesquisar! pq na minha casa vou querer uma parede assim para grudar fotos!
Uma dica: Não pinte o quarto da Maria Eduarda de azul!! rs

Rose disse...

Hoje existem tintas realmente maravilhosas. O que não é assim tão sensacional é o preço. Sem contar a mão de obra de um bom profissional que também tem seu peso.Acho bem legal os esmaltes a base de água que não exalam aquele cheiro forte e incomodam os mais sensíveis. Mais duas dicas de tintas bacanas são as que proporcionam uma textura de tecido (jeans) e as de efeito metalizado (ex: aço escovado)