26 de out de 2010

Marido de aluguel

Você já ouviu falar no Marido de Aluguel? Eu não to alugando o Fabinho. É um cara chamado Valdir Peres, e que é especialista em serviços residenciais. Entupiu a pia? Queimou a lâmpada? Desabou o varal? Tudo isso ele arruma.

Bom, o serviço não é tão novidade assim, já apareceu bastante na mídia, mas o que eu gostei é que descobri que existem vários vídeos dele explicando como fazer determinados reparos do dia a dia.

Vou colocar alguns aqui, afinal pode ser útil para muita gente. Eu pelo menos gostei de aprender a desentupir a pia... espero não precisar fazer, mas pelo menos descobri como é. rs


Como desentupir a pia




Novo padrão de tomada



Conserto de torneira pingando (@FChiorino, por favor, assista esse)

21 de out de 2010

Dificuldade

Mas a reforma nem começou e eu já estou falando em dificuldade? É exatamente essa a dificuldade: começar a reforma. Cada dia que passa notamos mais que o apartamento está "pequeno demais para nós quatro". Precisamos urgentemente começar a reforma, mas, para isso, a primeira coisa que precisamos fazer é vender o apartamento da praia. De novo essa história? Sim, de novo.

O tempo passa, a nenê cresce, os brinquedos parecem se multiplicar a cada minuto e o armário embutido que era só meu hoje é dividido com o Fabinho e a nenê. Já viu mulher que perde espaço no armário ficar feliz? É impossível, mas aceito e vou levando, afinal não tem outro jeito.

O Ricardo Petrenko já fez um projeto super legal para a reforma, já escolhemos mais ou menos as coisas que queremos fazer e como será nossa vida durante o período de quebra e arruma. E ai vem a sensação de mãos atada. É como ter uma caixa de bombons na mão, mas só ficar olhando e convivendo com aquela caixa... sem poder comer. E é por esse motivo que nos últimos dias a gente tem postado menos. Estamos ficando chateados, incomodados, irritados... com essa demora.

16 de out de 2010

Retrato de uma época dentro de um frasco

Hoje eu li uma matéria na MSC Club Magazine que me inspirou a falar sobre o assunto. Eles contam sobre a utilização da fragrância "Med by MSC" nos navios MSC Splendida e MSC Magnifica, de forma pioneira na indùstria de cruzeiros.




Sabe aquele cheirinho que te lembra alguma coisa boa? Eu tenho algumas recordações olfativas que adoro: tem um shampoo que para mim tem cheiro de férias em Salvador com a minha prima Candice, onde passei muitos janeiros da minha vida. Tem também aquele perfume Samsara, que é o cheiro da Marilene, amiga de infância da minha mãe - ela usava durante a minha infância. O perfume Glamour me lembra a jornalista Adriana Blak, que usava esse perfume nas manhãs que trabalhamos juntas. Tem também o cheiro de pós banho do meu pai quando eu era pequena, English Lavender Atkinsons. E enquanto 99% das pessoas não gostam do cheirinho do Hipoglós, eu adoro! Super cheiro de infância, de cuidado! E o sundown para mim é cheiro de praia!

Acabei de perguntar para o Fabinho se tem algum cheiro que faz ele lembrar de algo. Ele falou do cheiro de elevador de praia, que tem cheiro de férias. E a gente lembrou também que esses dias ele cheirou o amoxil que a nenê tá tomando e exclamou: "que cheiro de infância!" rsrsrs.

Me lembro também que na época que eu fiz assessoria para o Royal Palm Plaza eles estavam com uma fragrância nova e todo o resort tinha aquele cheirinho. Os ambientes exalavam de modo suave aquele perfume, além dos amenities, roupa de cama... Outro dia eu peguei um sabonete deles aqui em casa e automaticamente me veio aquela sensação do resort (quem nunca levou o sabonetinho do hotel para casa que atire a primeira exclamação).

A matéria da MSC Club Magazine cita o escritor russo Vladimir Nabokov: "Nada revive tão bem o passado como o cheiro que um dia foi associado a ele". Perfeito, não?

E pensando em tudo isso eu acho que depois da reforma tenho que tratar com carinho a escolha da fragrância de um difusor de ambiente. Tem que ter a presença quase que imperceptível, sutil, mas marcante. Vi que a L'Occitane tem algumas opções. Dá próxima vez que eu for no shopping vou dar uma cheiradinha por lá.

Agora queria saber de você, que cheiro te lembra alguma coisa? Todo mundo tem esse tipo de lembranças... conta a sua para a gente!

7 de out de 2010

ENTRE ZERO PAREDES

Imagine só pegar um apartamento antigo, derrubar todas as paredes e transformá-lo em um loft. Foi o que fez um jovem profissional liberal, em São Paulo, inspirado nos lofts que encontrou durante sua passagem por Nova York.

O primeiro desafio foi localizar o apartamento certo, com uma estrutura que permitisse, em um só ambiente, espaços flexíveis e funcionais. No bairro de Higienópolis, descobriram um prédio de 1947 e decidiram colocar a baixo um apartamento de 191 m² e com pé-direito de 3,10 m.


As obras levaram cinco meses. Todas as paredes foram derrubadas e as vigas, mantidas nuas, em cimento cru. Entre as inovações está uma enorme caixa de vidro que divide a sala e a área do banho e tem, de um lado, prateleiras de aço e, do outro, o guarda-roupa. Em todo o apartamento, há apenas duas divisórias fixas, feitas de vidro leitoso e dotadas de um sistema de iluminação que, à noite, as transforma em grandes luminárias.

Para viver sem paredes, o escritório de arquitetura responsável pelo projeto ainda recomenda móveis multifuncionais que possam ser arrastados para criar novos ambientes e a instalação de um exaustor industrial para que os aromas da cozinha não invadam todo o lar.

Clique aqui para ler a matéria completa e ver a planta baixa do apartamento

5 de out de 2010

Na poltrona

A gente andou pesquisando umas poltronas legais que poderiam servir para o apê, mas achamos tantas coisas diferentes que resolvi colocar no blog.

Essa primeira toda forrada de ursinhos de pelúcia é dos irmãos Campana. Linda para quarto de criança... mas e o pó? Uma das sugestões que a tia Rose deu (nossa design de interiores preferida rs) foi a dos bichinhos serem presos com velcro, assim dá para tirar e lavar... dá para as crianças brincarem com eles, colocar em outras posições para não enjoar... enfim.




E essa outra aqui? Batizei de "macarrão da nona". Não preciso explicar, certo?



Outra diferentona que nós vimos foi essa aqui no estilo piscina de bolinhas. Fala sério, não da impressão que quando a gente sentar as bolinhas vão desmontar e vc vai cair no chão? rsrs




Tem essa outra aqui feita de canudos! rsrsrs Sempre que vou comer pastel na feira, coxinha de lanchonete e etc, pego o canudinho e fico olhando dentro... vc nunca fez isso???? SEMPRE tem sujeira lá dentro! Imagina uma cadeira dessa aqui no apê, não ia dar certo... posso imaginar minha neura limpando todos os canudinhos pelo menos uma vez por semana....



Essa aqui eu achei que parece um funil... pensei em explicar exatamente o que imaginei, mas acho melhor parar por aqui rs.