29 de ago de 2011

O Sofá

Os muito belos que me perdoem. Mas conforto é fundamental. É assim que enxergo a funcionalidade de um sofá. Não adianta ser lindo, ter design escandinavo, aberturas laterais, falar francês. Ele precisa abraçar o seu dono como quem calça uma luva.

E esse que escolhemos para o apartamento cumpre muito bem o seu papel. Além disso, ornou bem com as tonalidades escolhidas para o piso e outros móveis e virou o destaque da sala. Agora, quando a casa toda já está em silêncio, puxo os assentos que o tornam maior e coloco um DVD que não seja Xuxa, Pocoyo ou Galinha Pintadinha.


Para mim é uma espécie de divã, sem a necessidade de alguém na poltrona para discutir algo. Nos tempos de solteiro, muitas vezes trocava a minha cama pelo sofá. Acho até injusta essa tradição de designá-lo como destino após uma briga de casal. Sofá não é lugar de castigo, assim como a cama não abriga apenas casais felizes.

Pra quem tem filho pequeno, cobri-lo com lençol, capa ou similares é quase uma obrigação. A não ser que você tenha dinheiro para trocar a cada 6 meses. Uma dica boa é impermeabilizá-lo, para evitar que qualquer pingo vire mancha. Sim, porque em alguma hora vai sobrar uma colherada de Danoninho no estofado.

Enquanto o apartamento não ficava pronto, sentávamos em cadeiras de plástico ou simplesmente deitávamos no chão. Quando ele chegou, tudo mudou. A sala virou um lugar habitável e desejado. Também era uma espécie de chancela social, o sinal verde para receber visitas.

O sofá dignifica o homem. É o protagonista dos momentos de descanso. É o amigo do fim de noite. É o leito de almas cansadas. É o trono de uma realeza caseira, da qual nunca pensamos em renunciar.

25 de ago de 2011

Moleskine, pq esse sucesso?



Você entende o motivo desse caderninho em branco vender tanto e tão caro? Eu pelo menos acho caro pagar mais de R$ 40,00 em um “bloco”... mas em 2007 foram vendidas 7 milhões de unidades! ?!?!

É só fazer uma busca rápida na internet q vc acha frases como “um caderno para poucos” , “paixão movida pelo meu moleskine”, “o charme, a delicadeza e a história fazem do Moleskine um caderno muito especial”, “quem o conhece não vive mais sem ele”, “representa bom gosto e sofisticação”... Então eu quis entender melhor essa relação de amor que as pessoas tem com esse caderno... Pq todo esse frenesi?
Com estilo vintage, capa dura, páginas amareladas e um elástico para fechar tudo ou marcar página... pronto, a descrição poderia terminar aqui, mas a questão chave é a história que já tem mais de dois séculos. O fabricante italiano jura de pé junto que era usado por diversas personalidades como os pintores Van Gogh, Matisse, o escritor Ernest Hemingway...

Os cadernos eram amarrados a mão por uma empresa na cidade de Tours até 1986, quando morreu o último artesão da família. Eles voltaram a ser produzidos por outra empresa em 1998, mas aparentemente as características do produto ainda são as mesmas.

Vi uma entrevista com a diretora de mkt da empresa falando que esses cadernos são para as pessoas que entendem a mensagem que a marca quer passar, que moleskines são cadernetas em branco, livros em branco onde as pessoas tem que entender a mensagem que querem transmitir de escritores e artistas. A empresa considera esse o valor do produto. Por exemplo, passaram a produzir moleskines “guias turísticos” só com mapas da cidade e páginas em branco para anotações, folhas removíveis e páginas transparentes para adesivar e marcar rotas nos mapas. É para as pessoas criarem o próprio guia/diário de viagem. O caderno incentiva a criatividade do dono.



Eles tb já aparecem em alguns filmes como O Diabo Veste Prada e O Fabuloso Destino de Amélie Poulain.

Fiquei aqui pensando, na última viagem que fizemos eu passei um bom tempo antes pesquisando passeios, lojas, caminhos... e anotando tudo em um caderno... grande, desengonçado... e para conseguir um mapa da cidade toda foi um sufoco... eu queria assinalar onde era cada coisa e ficava semi louca carregando mapas e cadernos para todo lado, inclusive durante a viagem. Acho que para mim vai ser essa a solução, um moleskine. Ele tem 14 X 9cm, mais ou menos do tamanho de um passaporte, parece bom, né? Vou me livrar de tralhas que só fazem peso na mala... Vamos ver se também vou passar a amar esses “bloquinhos”.





24 de ago de 2011

Tacinhas de chocolate na bexiga

Ainda vamos colocar as outras fotos do apê pronto, mas hoje fiquei com vontade de mostrar aqui uma dica que a @kell_batista me deu outro dia, fazer tacinhas de chocolate usando bixigas como molde.

Primeiro comprei uma barra de chocolate blend da Nestlè. Sabe o que é blend? Eu não sabia, mas me ensinaram na Chocolandia... é um chocolate que fica entre o meio amargo e o ao leite... é doce, porém menos enjoativo que o ao leite.



Comprei 2,3, mas foi muito... só usei metade do pacote.
Primeiro derreti o chocolate no micro-ondas (depois de pronto ele ficou c uma coloração levemente esbranquiçada, acho que se derreter em banho Maria deve resolver esse probleminha). Enchi 16 bexigas e fui molhando o fundinho delas no chocolate e colocando para secar no papel manteiga. Depois de mais ou menos 1 hora repeti o processo para não correr o risco da tacinha ficar quebrando depois de pronta.


Depois que o chocolate estava totalmente seco furei as bexigas e pronto, estavam lá as tacinhas!



Depois fiz mousse de chocolate coloquei dentro e decorei com um fiozinho de chocolate branco.
Para as próximas vezes vou tentar fazer com aquelas bexiguinhas de água, sabe? Por serem menores... achei q essas ficaram muito grandes e a gente nem aguentava comer tudo. Sugestão da minha cunhada Milu foi fazer com chocolate branco, assim quando colocar mousse preto fica bonitinho, preto com branco...


Ah, dei uma atualizada básica no descritivo aqui na parte de cima do blog...

19 de ago de 2011

Foto da cozinha

Nem preciso dizer que ela não estava muito arrumada quando tirei a foto, né? Mas enfim, segue a foto de como ficou. Não está grande, mas está compacta! rs Sinceramente acho que está muito boa, estamos gostando... com cada coisa em seu lugar! Rs
A pedra preta é granito São Gabriel, eu amei... acho bonita e fácil de limpar... fácil tb de sujar, mas isso tudo é!



E já que estamos falando da cozinha, quero falar aqui de algumas coisas que andamos fazendo por lá. Primeiro o escondidinho de bacalhau da Leardini que minha sogra tinha falado que é ótimo e levou um para a gente provar. Mas não é ótimo, é d-i-v-i-n-o! Indico muito!!



Então me empolguei com o escondidinho e comprei um da Massa Leve que também é uma delicia e tem carne seca na receita. O problema é que ainda estava muito quente quando coloquei no prato... ai já viu né, virou praticamente um purê... Fica a lição, tem que esperar esfriar um pouquinho.


13 de ago de 2011

Finalmente estamos postando as fotos da sala pronta!

A mesa de jantar, cadeiras e armário estão no lugar onde antes era a nossa cozinha... Optamos por uma mesa de vidro pq dá impressão de ocupar menos espaço, e o armário é branco para não ficar muito carregado, já que não é comum ter um armário na sala de jantar. Tivemos q deixar ele ai pq ficamos sem o quartinho de empregada para guardar as tranqueiras. Ah, e a coluna da lousinha tb aparece ai.



Essa foto aqui é onde montamos a mesa para computador, lição e etc. É onde estou agora... antes era a nossa sala de jantar, pois a parede do espelho era mais recuada, mas tivemos que alinhar para aumentar um pouco um dos banheiros.



Agora é a sala de estar... sim, eu avisei q as coisas ainda não estão totalmente em ordem, ainda tem fios soltos, quadros para pendurar, além das colchas em cima do sofá e das poltronas.... mas quem tem criança pequena em casa me entende! Essa foto foi a única que consegui achar uma imagem do “antes” aqui no computador que estou. Dá para ver que trocamos o piso, móvel, cortina... e o principal, arrumamos um lugar para ficarem os brinquedos (pelo menos a maioria).





Depois postamos as outras partes do apê.


11 de ago de 2011

E agora??

“Onde estão as fotos do apê pronto?” e “E agora, o que será do blog?” são as perguntas que a gente mais tem recebido desde que foi concluída a obra, então vim dar satisfação e pedir a opinião de quem nos lê.

As fotos nós ainda não tiramos pq o apartamento vive uma bagunça! Não tanto como era na época que estávamos no acampamento, mas mesmo assim... Mas olha, hoje foi dia de faxina lá, então acho que quando eu chegar as coisas vão estar meio arrumadas, ai fotografo o mais rápido o possível, ou melhor, antes da nossa filha espalhar os brinquedos... rs

Logo mais coloco aqui... mas só para matar a curiosidade, a lousinha na sala deu certo (pelo menos por enquanto). Nossa filha tem brincado, ainda não se empolgou para riscar o resto da casa e o pó do giz não é tão grande quanto imaginei.



Agora o segundo assunto: “E agora, o que será do blog?”. Eu tenho dó de abandonar o pobrezinho, mas por outro lado qual seria o sentido dele continuar? Eu queria fazer um outro blog para escrever coisas mais variadas, então pensei em escrever essas outras coisas por aqui mesmo, eu e o Fabio. O que vc acha disso? Teria sentido? Afinal, seriam coisas, pelo menos a maioria, que se passam no apê... Hein? Hein?? Hein???