31 de out de 2011

Guirlandas!

Eu adoro o natal, sempre gostei, mas depois q cresci tinha perdido um pouco o encanto... até minha filha nascer! E esse ano ela está realmente curtindo a história do natal, papai noel e toda essa magia! Já está assistindo dvds de natal, já fez a carta p o papai noel... mas uma coisa que eu nunca consegui achar é uma guirlanda ideal!

Dei uma pesquisada e achei coisas lindas, mas por enquanto nenhuma que seja a cara do apê... mas achei no site www.FashionBubbles.com a origem da guirlanda:

"A origem da guirlanda natalina, ou coroa de Natal, é anterior ao cristianismo. Ainda na época dos gregos pagãos, elas eram colocadas nas portas de entrada como um “adorno de chamamento” aos deuses, ou seja, um sinal de boas-vindas.

Já na Roma Antiga, um ramo de plantas enrolado no formato de coroa era um voto de saúde. Posicionando-a na porta de casa, significava saúde para todos os habitantes.

Um pouco depois, na Idade Média, a sua relação com o Natal ainda não era muito forte. Também como símbolo de boas-vindas, era exposta na porta dos lares durante o ano inteiro com o brasão familiar. Além disso, ela servia de proteção contra bruxas, demônios e má-sorte.

Sempre carregando um significado bom, hoje a guirlanda é utilizada como decoração de Natal. Representando paz, prosperidade, evolução e recomeço, elas continuam adornando a porta de entrada de lares ao redor do mundo."

Vi tantas ideias diferentes que fiquei com vontade de vir aqui dividir com vocês...

Por sinal, conhece algum outro tipo diferente de guirlanda? Me conta!!








































19 de out de 2011

A vingança contra o Shoptime

Eu tenho uma crença de que boa parte dos problemas causados por fornecedores não é solucionada por preguiça do consumidor. Isso porque as empresas são craques em enrolar as pendências até o ponto em que nós simplesmente desistimos de brigar.

Pois bem, sempre está em tempo de mudar essa escrita. Tivemos poucos imprevistos durante os cinco meses de reforma. O pior deles foi, sem dúvida, com o Shoptime. Compramos uma lava-louça pelo site e eles não tinham o produto em estoque. Lá se foram três meses de troca de emails, que provocaram um atraso relevante na finalização da cozinha. Aí resolvi aproveitar o fato de ser jornalista e de conhecer várias pessoas da área e levei o caso para a grande imprensa. Em menos de 24 horas, o Shoptime entrou em contato para acertar a devolução do dinheiro. Vejam bem: nós queríamos o produto (e não o dinheiro), mas foi a única solução possível diante da incompetência e falta de transparência da empresa.

O Jornal da Tarde continuou acompanhando o caso e me perguntou se eu toparia fazer uma foto para ilustrar a seção de direito do consumidor. Afinal, não estava totalmente satisfeito, uma vez que fui obrigado a procurar outro fornecedor para enfim adquirir o produto. Topei na hora, pois a repercussão editorial é a ferramenta mais efetiva hoje para cobrar direitos e expor todas as deficiências no atendimento e serviços das empresas.

O Shoptime deve ter pensado que tudo não passava de um blefe. O resultado final pode ser visto logo abaixo (clique na imagem para ampliar). Parabéns, Shoptime! Ótimo espaço conquistado na mídia sem esforço algum de sua assessoria de imprensa. A vingança é uma louça que se lava suja.

9 de out de 2011

Patati Patatá – O Show

Cada um improvisa seu Rock in Rio como pode. No nosso caso, compramos ingressos para o show “Volta ao Mundo”, dos palhaços Patati e Patatá. A Maria Eduarda adora a dupla e passou a semana empolgada com a atração.

Credicard Hall lotado e pecando na organização. Funcionários brigando entre si para decidir onde ficaria cada carro. Estacionamento caro, 30 mangos, mas pelo menos você leva a chave do carro e evita que te furtem o step, óculos escuros, a dignidade. Enfim, coisas que acontecem bastante em São Paulo.

Eu sempre penso que show para crianças devem começar na hora marcado, pois elas dispersam rapidamente e ficam impacientes. Os palhaços surgiram com 35 minutos de atraso, depois que os telões já tinham esgotado os vídeos de produtos relacionados à dupla.

Som muito alto no começo, que foi acertado depois de umas 3 músicas. Pequenos em êxtase, pais cantam juntos. A dupla é bastante carismática, interage bem com a plateia. Exageram um pouco no discurso religioso. Chegaram a fazer um sermão de 5 minutos para agradecer ao “Deusão”, que é título de uma das músicas.

A Amanda observou outro detalhe. Eles trocam de roupas várias vezes, mas o cenário não sofre alterações. Dependendo do tipo de música, não faz sentido manter Cristo Redentor, Torre Eiffel, Torre de Pisa, Arco do Triunfo... no fundo do palco.

Maria Eduarda não aproveitou o que imaginávamos. Depois de se assustar com um repórter maluco e fantasiado que passava pelo público, cismou que precisa fazer xixi a cada 10 minutos (tentativa de fuga).



Enfim, sempre vale a pena fazer um programa novo para o seu filho. Quando chegamos em casa, perguntamos a ela havia gostado. O diálogo abaixo traz o retrato final da experiência:

- Gostou do show do Patati Patatá, filha?
- Gostei
- Quer ir de novo?
- Não, só no da Xuxa

E lá vamos nós...

6 de out de 2011

Facilitando a vida da mulher

Eu adorava fazer as unhas, fazia duas vezes por semana, estavam sempre intactas. Ai eu virei mãe e minhas prioridades na lista de administração de tempo mudaram.

Na parte da manhã eu cuido da minha filha, faço o almoço dela (com uma ajudinha da moça q trabalha em casa), dou banho, faço o lanche da escola, acompanho o almoço, brinco um pouco com ela, cuido a administração financeira da casa... A tarde termino os serviços de banco, faço supermercado, vou para o trabalho onde tenho bastante responsabilidade... Tenho tb o meu curso... Busco a filha na escola... dou uma olhada no jantar para a pequena, para o marido e para a minha avó... Dou um atendimento para a minha avó do tipo, consultas médicas, remédios em dia, medir a pressão (duas vezes por dia)...

Vamos lá, vou dar um exemplo das coisas que estão anotadas na minha agenda para serem feitas hoje:
- Comprar camiseta branca para atividade na escola da minha filha
- Comprar presente para o amiguinho da minha filha q terá festa amanhã
- Passar alguns dados para a agência Antares Tur
- Cancelar a linha antiga da telefônica (não posso fazer isso pelo tel pq o linha está no nome do meu avô que já morreu...)
- Confirmar aula de encadernação do Ricardo Ferreira
- Pedir talão de cheque
- Marcar pediatra
- Marcar meus exames

Enfim, tudo isso é só para justificar que eu não tenho mais tempo para fazer a unha. Mundo, me desculpe, mas não to conseguindo mais ficar uma hora parada em uma cadeira enquanto alguém (ou eu mesma) mexe nas minhas unhas.

Foi ai que descobri a Daniele Honorato e o Unha Bonita. Ela não tinha a cutícula tem anos! Minha irmã tb não tira e já tinha comentado isso comigo... ai pensei “será q consigo?”


Enfim, estou tentando... e olha, os resultados estão sendo melhores do que eu imaginava... mas parece q leva pelo menos uns 3 meses p coisa ficar boa mesmo...

Vou colocar aqui uns trecho do Unha Bonita que achei ótimos e tb uma imagens que diz tudo:

“O hábito brasileiro, infelizmente, é esse. “Quanto mais se tira a cutícula, mais bonita ficarão as unhas”...só que ninguém avisa que quanto mais se tira a cutícula, mais a danada cresce! E como cresce! Sou prova viva disso. Façam as contas: tirava as cutículas desde os 13 anos…uma vez por semana, no mínimo (sim, às vezes eu tirava mais de uma vez) e não tava nem ai em tirar tudo e mais um pouco, pelo contrário – adorava! Tirava muito, mas muito mesmooo! Resultado? Cutículas grossas, feias, gigantescas. Meu racíocínio? “Eita, já cresceram? Lá vou eu de novo cortar vocês…” e mal eu sabia que só estava acelerando o processo de crescimento das coitadas.
Quando eu comecei o blog, há quase dois anos, queria postar esmaltes diferentes, quase todos os dias e as minhas cutículas não estavam ajudando. Praticamente, eu me via fazendo as unhas todos os dias e os resultados estavam sendo péssimos. Cortes, vermelhidão, minha pele é muito sensível, fina e branca..qualquer forçadinha nela, fica horrível…até que parei e pensei: “E se eu não tirar? As americanas não tiram, nem as europeias…acho que vou tentar” – e havia decidido: “Não tiro mais as cutículas” – óbvio, foi um baque grande para mim e no começo queria surtar….mas com o tempo e, sendo minha própria cobaia, fui descobrindo (e descubro até hoje) dicas, truques e tudo o que for para que as cutículas fiquem intactas e bonitas. E claro, não foi do nada que resolvi criar a Caneta Hidratante para Cutículas, entenderam agora de onde surgiu a Caneta? hehe E eu fiquei tão feliz com essa mudança na minha vida que quis muito popularizar isso aqui no blog e para quem mais me perguntar sobre o assunto! Cutículas, sim!”




“A cutícula precisa entender que você vai deixá-la em paz e ela poderá crescer até o limite dela e não te atrapalhar. Portanto, o pontapé inicial é você preparar suas cutículas para uma vida mais saudável. Hehehe”




Passo a passo para cuidar da cuticula:

“1) Tire todo o esmalte e lave bem as mãos. Se você tiver um esfoliante, passe-o também.

2) Coloque um pouco de amolecedor de cutículas em volta dos dedos e aguarde aproxidamente de 3 a 5 minutos. (se você não tiver o amolecedor, coloque um hidratante no lugar e mergulhe suas mãos em um potinho com água morna)

3) Com uma espátula ou um pauzinho de laranjeira, faça o contorno de toda sua unha, fazendo com que a cutícula fique no lugar dela e os excessos de pele morta se sobressaiam.
ATENÇÃO: o procedimento é para ser feito de maneira suave, ok? Nada de achar que tá cavando para encontrar o tesouro perdido do pirata!

4) Enxugue o dedo com uma toalhe e tire o excesso de creme. Observe bem seu dedo e verifique onde há pele em excesso, mas que esteja para “cima”, ok?

5) Com um alicate afiado, delicamente, corte superficialmente essas pelinhas.
ATENÇÃO: nada de pegar o alicate e sair feito a louca dos cortes, ok? Não é para cortar o que tá quieto, é só para tirar as pelinhas e pele que estão tipo “sai-não-sai”

6) Feito o procedimento em todos os dedos, lixe as unhas e finalize com um hidratante para mãos.”


“Dani, me ajude: estou sem tirar as cutículas mas na hora de limpar o esmalte com o pauzinho está sendo difícil. Acumula muito na área da cutícula e o acabamento fica péssimo. O que faço? Para evitar esse problema, hidrate suas mãos com um creme, antes de esmaltar, como expliquei aqui. E, com um pauzinho de laranjeira, ou uma espátula, faça o contorno da unha, para que a pele afaste um pouquinho e não atrapalhe na hora do acabamento. O segredo, basicamente, é a pele estar bem maleável para que o esmalte tenha um acabamento bonito.”

“Quais outros cuidados que uma pessoa tem que ter com as cutículas? Evitar o uso de acetona, que resseca (e muito!) a pele e optar por removedores de esmaltes oleosos. Outra dica importante é deixar dedos e dentes bem longe um do outro: dentes são ávidos por arrancarem pelinhas chatas que acabam sendo um fator desistimulante na luta contra o alicate. Se aparecer alguma pelinha, corte superficialmente, mas nunca puxe – pois irá te machucar!”

About Daniele
Daniele Honorato é autora do site Unha Bonita e apaixonada por unhas e esmaltes desde os 13 anos. Tem mais de 2.000 vidrinhos em sua coleção e ama criar suas próprias cores. Adora escrever sobre moda e tendências no mundo dos esmaltes. Para entrar em contato, mande e-mail para dani@unhabonita.com.br



Eu vou tentar... queria que vc me desse sua opinião, o que acha dessa ideia?