3 de nov de 2011

Como arrumar a mala para uma viagem

Viajar é uma delicia, mas carregar a mala é a pior parte. Eu estava conversando sobre isso agora pouco no parque perto de casa, logo depois de fazer um piquenique com nossa filha, e achei que esse seria um bom tema para escrever aqui: minhas dicas de como fazer a mala.

A gente tem que procurar sempre sair de casa com a dita cuja o mais leve o possível, porque em uma viagem internacional ela sempre volta um pouco (ou muito) mais pesada. Um exemplo: o pessoal tem costume de comprar shampoo novo, condicionador, protetor solar, pasta de dente... tudo novinho antes da viagem, e deixa em casa aqueles que já estavam em uso. Eu faço ao contrário, escolho os produtos usados mais da metade, porque sei que não vou usar um pote inteiro durante o período que eu estiver fora e só vou carregar o peso excedente. Sem contar a opção de coisas 2 em 1 - um pote só para o shampoo e condicionador é uma maravilha! Mesmo que ele não seja o melhor shampoo do mundo, lembre que são só alguns dias. Ah, e sempre embale em saquinho plástico para evitar que vaze e cause um problemão nas roupas. Tem que lembrar que não podemos levar líquido na mala de mão nos aviões, então embale direitinho e coloque na mala que será despachada.

Também sempre procuro roupas versáteis e que dê para fazer várias combinações diferentes. Camiseta preta básica é excelente! Sem contar que muitas vezes levo roupas que estou querendo me desfazer, assim uso e quando estiver suja... lixo. Nem volta para casa. Faço muito isso com pijama também, levo aquele que posso deixar por lá mesmo. Sapato tem que ser confortável, nada de levar aquele sapato liiiiindo de morrer que é novinho em folha. A probabilidade de ele incomodar o pé é grande. Imagina você, linda desfilando por Paris, NY, Milão... e com o sapato fazendo bolha no dedinho. Não pode.

No seu destino vai estar frio e você precisa levar um casacão? Vá vestido... ou melhor, leve na mão, porque se no lugar é frio provavelmente você vai precisar se agasalhar quando descer do avião, e assim você economiza espaço na mala. A não ser que você vá para o Alaska, mas aí as coisas são bem diferentes. Calça jeans e tênis, que são coisas pesadas também, podem ir no corpo. E aquela história de ir toda arrumada para o aeroporto é péssima, hein! Já foi a época que o povo se arrumava todo para viajar de avião. O certo é estar confortável porque provavelmente vai passar muitas horas sentado, dormindo e entediado. Por isso, a melhor opção, pelo menos para mim, é aquele tênis confortável, a calça do dia a dia e um casaco gostoso (por sinal, queria entender por que os comandantes dos aviões SEMPRE deixam tão frio lá dentro).

Na hora de acomodar as coisas você pode pegar as meias, por exemplo, e colocar dobradinhas dentro do sapato. Já é um pouco menos de espaço que será usado. Dependendo do lugar, você precisa levar uma roupa intima por dia, mas existe também a opção de lavar. Sim, porque não? Fizemos uma viagem esse ano e um belo dia eu lavei um monte de roupinhas da nossa filha (criança suja roupa demais!) e coloquei naqueles pequenos varais que tem nos banheiros... pronto, já tinha roupa para outra metade do passeio.

E se a sua viagem for para compras, leve uma mala extra, vazia mesmo. O que costumo fazer é colocar uma mala dentro da outra, assim só carrego uma e na volta posso vir com duas. A maioria das companhias aéreas permite duas malas por passageiro, mas sempre bom se informar antes de sair. Lembre também de identificar bem a mala, não basta só aquela etiqueta básica que toda mala tem. Coloque uma identificação interna e sempre são válidos aqueles detalhes que ajudam a gente a reconhecer a bagagem na esteira do aeroporto, como a fitinha do Bonfim, um adesivão colorido... Ah, e sacolas de tecido também são uma boa - podem ser usadas como bolsas e, se não tiverem mais utilidade, é só dobrar e colocar no cantinho de uma mala. Por falar em bolsa, eu gosto bastante de usar em viagens aqueles modelos de alça longa que dá para usar na diagonal, assim ficamos com as duas mãos livres durante os passeios no destino.

E embalar a mala com aqueles plásticos do aeroporto que parece magipack também é uma boa, porque já ouvi histórias de malas que chegam fechadinhas, exatamente como o dono despachou, mas quando chega em casa e a pessoa abre: surpresa! Tá faltando algo... Então quanto mais protegida, melhor.

Outra coisa é o roteiro que a pessoa faz para o período que estará fora. Se possível, imprima tudo usando a frente e o verso das folhas. Pode parecer bobagem, mas papel pesa! Ou então pode fazer como estou me programando para a próxima viagem. Depois que estiver com toda a pesquisa feita, passe as informações para um caderninho de bolso, tipo moleskine. Não adianta você levar os 15 guias do destino que você comprou enquanto programava a viagem. Leia todos antes, anote as informações úteis e leve um mapa marcado com os lugares que você pretende ir. É uma forma mais fácil de visualizar todos os pontos.

Na mala de mão leve sempre uma troca de roupa para emergências, remédios e objetos de valor. Quando a pessoa viaja para um navio, por exemplo, ela embarca normalmente no período da tarde, mas a mala pode demorar horas para chegar à cabine (às vezes chega rápido). Comigo já aconteceu uma vez de a minha mala chegar depois das 23h. Sem contar o risco de extraviarem a mala que foi despachada (em qualquer lugar!). Então ter uma roupa extra na malinha de mão é sempre uma boa.

Achou as dicas muito malucas? Bom, é assim que eu faço! Boa viagem.

4 comentários:

Cléo disse...

Essa parte realmente é bem chatinha, por isso qto mais dicas a gente tiver, melhor. Adorei as suas!!!

Apertamento!? Que nada! disse...

Hehehehehe...
Eu sempre levo mais do que vou usar!
Adorei as dicas!
Espero vc no meu blog tá?
Sou nova na vizinhança!
Bjos!

Milenna disse...

Oiie seu blog é mt legal!
Já estou seguindo !
Segue de volta??
Obrigada
Beeijinhos com gloss:*

http://girlsinparis-mi.blogspot.com/

Inove Reformas e Construções disse...

Parabéns pelo artigo. Recomendamos a todos a leitura.

Nos apresentando, a Inove atua na área da Construção Civil, especializada em Pintura e Textura. Trabalhamos com: Pintura Predial, Pintura de Galpão, Pintura Comercial, Pintura Residencial, Reformas e Construções.